O que você deve analisar antes de selecionar um bom ponto comercial

O que você deve analisar antes de selecionar um bom ponto comercial

Ponto Comercial

Fonte [http://www.bgeh.com.br/artigos]

Para localizar e selecionar um bom ponto comercial, é preciso seguir algumas premissas, que variam de acordo com as características de cada negócio. Afinal, é essa análise que vai aumentar as chances de sua unidade estar no lugar certo, no momento certo e com o espaço adequado ao potencial do negócio.

Portanto, ao expandir sua rede, analise os seguintes aspectos e aumente as chances de encontrar bons pontos comerciais, adequados às características do seu negócio:

– Tipo de Negócio – caso o negócio seja voltado para empresas e não dependa da venda direta ao consumidor, a localização deve privilegiar redução de custos e segurança. Mas caso abrigue a distribuição de produtos, pela questão logística, deve-se priorizar a localização central com os clientes.
Porém, se o negócio for voltado ao consumidor final, devem ser analisadas questões como conveniência, proximidade com o consumidor e facilidade de acesso.

– Tipo de Consumidor – nas grandes cidades brasileiras, pelo advento da falta de segurança, existe uma maior concentração de compras em shopping centers. Ocorre porém que no comércio popular, voltado para as classes C, D e E, os estabelecimentos localizados em ruas ainda são muito fortes.

– Tipo de Cidades – além das características sócio-econômicas, em cidades pequenas e médias com baixos índices de criminalidade ainda é muito comum os estabelecimentos de ruas, mesmo voltadas para consumidores das classes A e B.

– Serviços ou vendas? – o segmento de serviços tende a adaptar-se melhor em ruas, pois há mais conveniência para o consumidor – e além disso, os custos de ocupação são menores. No caso de vendas de produtos, a escolha do ponto pode ser determinante para o esforço e a velocidade dos resultados do negócio.

– Concorrência – alguns segmentos funcionam muito bem com vários concorrentes próximos, como móveis, decorações, eletro-eletrônicos, moda, entre outros. Outros porém se prejudicam, sob risco de dividir mercado e inviabilizar os resultados do negócio.

– Estabelecimento em ruas – características de localização (esquina ou meio), estacionamento, vizinhos convenientes, fluxo de automóveis de ida ou vinda do trabalho, ponto de ônibus, feiras livres, semáforos – tudo isto deve ser analisado na escolha do ponto de rua. Características do imóvel como escadas, colunas, infiltrações e estado de conservação também devem ser considerados.

– Estabelecimento em shopping centers – A escolha do shopping center deve considerar a integração ao perfil do seu negócio e seguir critérios como localização, potencial de crescimento e maturação do empreendimento, além de custos adequados.
Corredores com bom fluxo de pessoas, largura de vitrine, estado de conservação da loja, posição de concorrentes, aproveitamento dos vidros, piso e aparelho de ar-condicionado são características importantes para a escolha do ponto ideal.

– Custos de ocupação – todo e qualquer ponto comercial precisa ter os custos de ocupação compatíveis com o seu negócio. No caso de rua, devem ser considerados os custos com o aluguel, o IPTU e despesas com empresas de segurança (vigias, monitoramento, alarmes). Em shoppings, deve-se somar às despesas de aluguel, o condomínio e o fundo de promoção.

Feitas todas estas análises, a seleção do ponto comercial pode ser um dos principais fatores responsáveis pelo sucesso ou fracasso do negócio. Portanto, é uma escolha que merece muita análise, cálculos de viabilidade e observações, aliados muitas vezes a uma pequena dose de feeling comercial.

Marcos Hirai (marcos.hirai@bgeh.com.br), sócio-diretor da BG&H Real Estate

The following two tabs change content below.
Idealizador da Escola de Varejo. Acredita que empreender está ligado com a atitude e não com a teoria. Autodidata, estuda profundamente Técnicas e Métricas de Marketing e Vendas, encontrando teorias e referencias em todos os tipos de ambientes, de Restaurantes a Igrejas. Acredita que tudo pode ser medido e deve ser aprimorado. Rain Man por natureza, Capitalista Worklover de coração e alma. Apaixonado por tecnologia e conceitos 2.0!